Competitividade e excelência operacional são alguns dos pilares que sustentam o crescimento da Unipar

Companhia mantém sólidos resultados e foca em projetos sustentáveis para alcançar seu objetivo de dobrar de tamanho em 10 anos

São Paulo, 24 de maio de 2023 – A Unipar, líder na produção de cloro e soda e a segunda maior produtora de PVC da América do Sul, é a principal fornecedora de produtos que são base para todas as indústrias e para o setor de saneamento. Ao celebrar o Dia da Indústria, comemora também sua sequência de resultados recordes – com 84% no uso da capacidade operacional – e o início da operação de um de seus projetos de autoprodução de energia renovável.

“Esses resultados excepcionais refletem a estratégia da companhia de apostar na melhoria contínua dos processos relacionados à operação em nossas unidades, bem como a dedicação do nosso time em produzir com máxima qualidade”, ressalta Rodrigo Cannaval, diretor de operações da Unipar. 

Com o objetivo de dobrar de tamanho em 10 anos, a Unipar definiu três caminhos de crescimento: a ampliação dos negócios core; a expansão para novas geografias; e a extensão em novos negócios adjacentes ao core, de química básica e petroquímica, historicamente no DNA da Unipar. 

A partir disso, a companhia estuda as melhores oportunidades para alcançar a meta e, dentre suas apostas está a evolução do saneamento no país. Dados apontam uma importante defasagem nos serviços de saneamento básico, e a Unipar se movimenta para ser referência no setor, seja por meio do apoio a iniciativas que visam levar estes serviços à população, ou seja com projetos que visam garantir o fornecimento dos produtos para essa transformação.

Dentre os projetos voltados para este objetivo está a expansão da unidade localizada em Santo André (SP), que recebeu investimentos na ordem de R$ 100 milhões e deve entrar em operação ainda neste ano com a instalação de um novo eletrolisador e um novo forno de ácido clorídrico, e que irá gerar uma ampliação de 15% da capacidade da Unipar.

Além disso, a companhia está construindo uma fábrica no Polo Petroquímico de Camaçari, na Bahia, com o objetivo de atender à demanda crescente da região por ácido clorídrico, hipoclorito de sódio e soda cáustica – produtos essenciais para o saneamento. A capacidade total da unidade será de 20 mil toneladas de cloro e 22 mil toneladas de soda cáustica ao ano e deve entrar em operação no segundo semestre de 2024.

Competitividade

Assim como a excelência operacional vem registrando recordes e reforçando o potencial da Unipar nos últimos anos, a competitividade também é um pilar essencial para a estratégia de crescimento sustentável da companhia.

Focada em minimizar os custos e operar nos mais altos padrões de excelência, a companhia firmou três Joint Ventures com importantes players do mercado de energia, em 2021, com o objetivo de garantir o acesso a longo prazo a um insumo essencial e que representa cerca de 50% dos custos variáveis para sua operação: a energia elétrica. São dois parques eólicos – um na Bahia e um no Rio Grande do Norte – e um parque solar, que acaba de entrar em operação em Minas Gerais.

“Com estes projetos, vamos alcançar a meta de atuar com 100% da demanda de energia proveniente de fontes renováveis, sendo 80% delas desses contratos de autoprodução, reduzindo nossa pegada de carbono e seguindo nosso plano de crescimento sustentável”, finaliza Cannaval. 

Sobre a Unipar

A Unipar é líder na produção de cloro e soda e a segunda maior produtora de PVC da América do Sul. Se destaca como uma das principais fornecedoras para os setores de saneamento e construção civil e produz matérias-primas para todas as indústrias, entre elas têxtil, de papel e celulose, de desinfetantes, alumínio, brinquedos, sapatos, alimentos, bebidas e farmacêutica, entre outras. As ações da Unipar estão listadas na B3 S.A. – Brasil, Bolsa e Balcão sob os tickers: UNIP3, UNIP5 e UNIP6.

A companhia está presente hoje no Brasil e Argentina, com escritórios em São Paulo e Buenos Aires, e fábricas em Santo André e Cubatão (SP) e também em Bahía Blanca (Ar), além de estar construindo uma nova planta em Camaçari (BA). A empresa tem ainda duas joint ventures para autoprodução de energia renovável, com dois parques eólicos na Bahia e Rio Grande do Norte e um parque solar em Minas Gerais.

Em breve teremos novidades

13

Evaporação

A Soda Cáustica é produzida na eletrólise e concentrada pelo processo de evaporação.

6

Sala de Células

Na sala de células ocorre a ELETRÓLISE. E assim, a energia elétrica age sobre a salmoura e a transforma em SODA CÁUSTICA, CLORO E HIDROGÊNIO.

Etapas

(3) Tratamento

(4) Filtração

(5) Controle

(3) A SALMOURA é tratada para eliminar impurezas, filtrada (4) e passa sob um rigoroso controle (5) para alimentar as CÉLULAS ELETROLÍTICAS.

2

Salmoura

Prepara-se então a SALMOURA que é obtida por dissolução do sal em água para ser usada depois na ELETRÓLISE.

);