Unipar anuncia lucro líquido de R$ 253 milhões, EBITDA de R$ 490 milhões e receita de R$ 1,6 bi no primeiro trimestre de 2023

Resultados financeiros e operacionais correspondem ao primeiro tri de 2023 e foram impulsionados por fatores como o aumento da utilização da capacidade instalada e a elevação dos preços internacionais do PVC

São Paulo, 11 de maio de 2023 – A Unipar, líder na produção de cloro e soda e segunda maior produtora de PVC na América do Sul, anunciou seus resultados financeiros respectivos ao primeiro trimestre de 2023, impulsionados por fatores como o aumento da utilização da capacidade instalada e a elevação dos preços internacionais do PVC. A eficiência de suas unidades produtivas localizadas em Cubatão e Santo André, em São Paulo, e Bahía Blanca, na Argentina, apresentaram um crescimento na utilização da capacidade de 5% em comparação com o quarto trimestre de 2022. 

A receita líquida consolidada alcançou R$ 1,6 bilhão, 9% superior à obtida no 4T22. O lucro líquido superou a marca de R$ 250 milhões, representando um aumento de mais de 70% em relação ao período anterior. Já o EBITDA, atingiu R$ 490 milhões, alcançando a marca de 71% a mais na comparação com o último trimestre.  

“Nosso excelente desempenho é reflexo dos investimentos intensivos que realizamos nos últimos anos e o forte cuidado com manutenção, melhorias e modernização, que nos levaram a um destacado patamar, com resultados sólidos e positivos. Mantemos o nosso ritmo de desempenho e investimentos com clareza no direcionamento, estruturação para as iniciativas e projetos, priorizando os recursos e proporcionando alinhamento em todos os níveis da empresa. Desta forma, seguimos focados na nossa estratégia fundamentada em 5 pilares: crescimento sustentável, excelência operacional, competitividade, equipe e cultura e sustentabilidade. Este é nosso pavimento para o futuro”, declara Mauricio Russomanno, CEO da Unipar.

Superando o patamar de 79% do 4T22, a utilização média da capacidade instalada de produção das três plantas ficou em 84% neste primeiro trimestre. Além disso, na planta de Santo André, a produção de cloro/soda cáustica foi ampliada e a construção de forno de ácido clorídrico está em fase final, com início programado de operação para o terceiro trimestre deste ano. 

A nova planta de Camaçari, na Bahia segue sendo pré-montada, dentro do planejamento de implementação, que tem como expectativa o início da operação no segundo trimestre de 2024. A fábrica será o 1º projeto greenfield da estratégia de expansão geográfica da companhia e foi projetada com a mais segura, moderna e ecoeficiente tecnologia de produção de cloro/soda cáustica, além de garantir a otimização do consumo de energia e demais recursos. O objetivo da expansão é se aproximar e garantir um maior apoio as empresas de saneamento e os clientes da região Nordeste.

“Seguimos crescendo de forma sustentável. A expansão da nossa fábrica de Santo André segue em curso e nosso projeto Artemísia, que em abril teve seu forno eletrolisador entregue, mantem seu cronograma, previsto para início da operação ainda no segundo semestre deste ano. Outro destaque é a evolução da construção da nossa Unidade, no Polo Petroquímico de Camaçari na Bahia. Finalizamos o 1º trimestre com 28% da pré-montagem da fábrica concluída. Todo esse processo é mais um passo para confiabilidade e garantia da disponibilidade dos nossos produtos em diferentes localidades”, conclui Russomanno. 

Sustentabilidade

Para este ano de a Unipar anunciou o investimento de R$ 15 milhões de recursos da companhia para mais de 40 projetos que foram selecionados para receber investimento social e devem impactar 900 mil pessoas somente em 2023. O foco da diretriz de sustentabilidade da empresa é o saneamento e o desenvolvimento humano, atuando nas frentes de educação, cultura, esportes e ação social. O montante investido inclui recursos próprios e incentivados no âmbito da Lei Federal de Incentivo à Cultura, Lei Federal de Incentivo ao Esporte, Fundo para a Infância e Adolescência (FIA), Fundo do Idoso, Proac e PIE, além de produtos doados.

Nesse primeiro trimestre, algumas ações já foram realizadas, como a parceria com a SP Arte, que possibilitou a visita de alunos da rede pública de ensino da cidade de Rio Grande da Serra, professores também da rede pública das cidades de Cubatão e Santo André, além de membros do Conselho Comunitário Consultivo (CCC) das mesmas cidades.

Outras ações foram realizadas regionalmente, reafirmando o compromisso da companhia em ser agente transformador no ecossistema que está inserido. Um dos objetivos da Unipar é ser confiável em todas suas relações e iniciativas que geram impacto positivos nas comunidades do entorno é uma das frentes para alcançar esse objetivo.

Produção e consumo de energia  

Uma outra frente que merece destaque é a autoprodução de energia renovável, uma prioridade para Unipar. A companhia segue com seu planejamento para converter sua matriz energética, neste trimestre foi iniciada a operação da JV da Unipar com a Atlas Renewable, que envolve seu parque solar, em Minas Gerais, com capacidade instalada de 155 MW.

“É importante lembrar que, além dessa operação, temos mais 2 JVs, que estão programadas para entrar em operação até final de 2023. Com esses projetos realizados em parceria com a AES, teremos 2 parques eólicos, um no Rio Grande do Norte e outro na Bahia. Com os três parques em operação teremos 462 MW” ressalta o CEO da Unipar.

Esses são projetos estruturantes e de alto impacto para a companhia tanto de retorno econômico como de sustentabilidade. Eles garantirão acesso à energia, previsibilidade de preços, redução de custos por isenções de encargos, redução da pegada de carbono, produção de hidrogênio verde e novos produtos verdes. Um ponto importante é que 100% de toda a energia que abastecerá as fábricas da Unipar no Brasil, serão de origem renovável até 2025, sendo 80% autoprodução e 20% contratos de longo prazo. 

Sobre a Unipar

A Unipar é líder na produção de cloro e soda e a segunda maior produtora de PVC da América do Sul. Se destaca como uma das principais fornecedoras para os setores de saneamento e construção civil e produz matérias-primas para todas as indústrias, entre elas têxtil, de papel e celulose, de desinfetantes, alumínio, brinquedos, sapatos, alimentos, bebidas e farmacêutica, entre outras. As ações da Unipar estão listadas na B3 S.A. – Brasil, Bolsa e Balcão sob os tickers: UNIP3, UNIP5 e UNIP6.

A companhia está presente hoje no Brasil e Argentina, com escritórios em São Paulo e Buenos Aires, e fábricas em Santo André e Cubatão (SP) e também em Bahía Blanca (Ar), além de estar construído uma nova planta em Camaçari (BA). A empresa tem ainda duas joint ventures para autoprodução de energia renovável, com dois parques eólicos na Bahia e Rio Grande do Norte e um parque solar em Minas Gerais.

Em breve teremos novidades

13

Evaporação

A Soda Cáustica é produzida na eletrólise e concentrada pelo processo de evaporação.

6

Sala de Células

Na sala de células ocorre a ELETRÓLISE. E assim, a energia elétrica age sobre a salmoura e a transforma em SODA CÁUSTICA, CLORO E HIDROGÊNIO.

Etapas

(3) Tratamento

(4) Filtração

(5) Controle

(3) A SALMOURA é tratada para eliminar impurezas, filtrada (4) e passa sob um rigoroso controle (5) para alimentar as CÉLULAS ELETROLÍTICAS.

2

Salmoura

Prepara-se então a SALMOURA que é obtida por dissolução do sal em água para ser usada depois na ELETRÓLISE.

);